#Feiras&Eventos – Gastro Beer

Olá, caros Padawans!

Chegamos ao terceiro texto para fechar as resenhas do maravilhoso final de semana de eventos!!!

Já falamos de exposição com peças de Lego e museu do videogame. Eventos excelentes, divertidos, de grande saudosismo e também de grandes descobertas.

Mas, não dá só pra curtir, não é? Tem aquele momento em que bate a fome e claro, como bons TaBEERneiros que somos, vem aquela sede! A sede do fermentado dos Deuses! Daquele líquido mágico que une as pessoas!!! E o que é melhor que ir matar a sede? Matar a sede junto de pessoas queridas, em um ambiente familiar, bonito, com um clima gostoso, dia lindo, música boa, comida saborosa e farta e claro, uma grande variedade de cervejas artesanais!!!

Estou falando do Gastro Beer, na Quinta da Boa Vista! Evento que já faz parte do calendário carioca! O evento que todo amante de cerveja e boa comida gosta de ir!

Neste último final de semana ocorreu a primeira feira do ano. Sucesso absoluto, tal qual já ocorre desde a primeira edição.

Marquei com minha namorada e alguns amigos lá, mas, cheguei primeiro por morar bem próximo. Apesar de não ser a primeira vez que vou, nesse espaço de tempo entre a minha chegada e a do pessoal, aproveitei pra circular mais pela feira, conversar com as pessoas que trabalham lá e colher as impressões delas, além de tirar fotos, claro!

Uma coisa que sempre me chamou a atenção nessas feiras, é ver o quanto as pessoas que estão ali trabalhando, circulam nas outras barracas, conversam, trocam idéias, etc, como se fosse uma grande comunidade, mas, ali na Quinta da Boa Vista, pude ver que esse sentido de comunidade e união é algo mais forte. Só para vocês terem noção, neste mesmo final de semana ocorreram mais 4 eventos do mesmo tipo pela cidade e pelo Grande Rio, mas, o que deu pra compreender das pessoas que conversei, é que o evento é tão bom de fazer e está tão bem difundido, que eles fazem questão de estar ali. Abrem mão de outros eventos, para estarem ali.

Na verdade o clima e a força criada no evento acabam por levar pessoas de todos os locais para a Quinta, mesmo em casos de eventos mais próximos da casa das pessoas. Tenho o exemplo do casal de amigos que mora em Realengo e havia um evento no bairro vizinho, mas, preferiram curtir a Gastro.

 

Eita! #PornFood #Porco #Costelinha #SmokedBBQ #GastroBeer #QuintaDaBoaVista #TaBEERnaBeer #TaBEERnaGeek #VemPraTaBEERna

Uma foto publicada por TaBEERna Geek (@tabeernageek) em

Até questionei com alguns expositores se esse boom de eventos não justificaria o investimento em uma segunda ou até terceira estruturas para levar seus produtos para dois ou mais eventos ao mesmo tempo e todos foram categóricos em dizer que além do investimento não trazer o retorno esperado (por isso mantêm apenas uma estrutura sem pensar em expandir nesse momento), eles preferem estar ali na Quinta, que o fazem por prazer, dizem que dos eventos que sempre ocorrem, o Gastro Beer é sempre a sua primeira opção.

Bom, como consumidor, digo que dos eventos que ocorrem pela cidade, também escolheria a Gastro Beer. O clima é diferente!

 

#Massacre #DeadDog #GastroBeer #QuintaDaBoaVista #TaBEERnaBeer #TaBEERnaGeek #VemPraTaBEERna

Uma foto publicada por TaBEERna Geek (@tabeernageek) em

Bom, dessa vez, tal qual ocorreu das outras vezes, tive que começar pelo bom Espírito de Porco! Não sei vocês, mas, o sanduíche deles é algo que quando vejo, tenho que comer. É algo automático, é só ver e sentir o cheiro da porchetta, que já vou direto pra lá! Para acompanhar, provei a Itacoa Summer Ale, uma cerveja leve, com alguma dosagem de lúpulo, mas, não muito pesada, espuma espessa e refrescante. Achei que casou bem com a carne de porco!

 

Show! A APA é excelente!!! #APA #DosHermanos #GastroBeer #QuintaDaBoaVista #TaBEERnaBeer #TaBEERnaGeek #VemPraTaBEERna

Uma foto publicada por TaBEERna Geek (@tabeernageek) em

Depois fui andar um pouco mais pela feira e acabei encontrando com o Raoni, do Canal Botequim do Raoni. Ele estava na Dead Dog com a esposa. Que cara bacana, de riso fácil e boa conversa. Batemos um papo e ele me indicou a Black IPA da Dead Dog. Bebi com ele lá, trocamos uma ideia bacana, inclusive sobre o mal comum que nos assola, a amnésia alcoólica! rsrsrsrsrsrsrs

Conversei também com o pessoal da Cervejaria Motim, onde bebi a Raízes e pude adquirir um belo copo com a arte do rótulo da Hell de Janeiro. Foi onde mais conversei sobre as impressões sobre o evento. Pessoal como sempre muito bem receptivo.

 

Cerveja Secreta!!! Excelente, a cerveja e o papo com a galera!!!

Uma foto publicada por TaBEERna Geek (@tabeernageek) em

Sequencialmente parei na Cervejaria Secreta que rendeu um bom papo também, regado a uma deliciosa Red Ale!

Depois de anos, fui andar de pedalinho com a minha namorada e o meu enteado. Descobri porque havia anos que não andava de pedalinho… Eita troço cansativo. Legal, mas, saí de lá com mais sede do que quando cheguei na feira. Então, parei na Dos Hermanos e também pude beber a Red deles. Excelente!

Para encerrar com chave de ouro, eu e minha namorada bebemos a EPA da W.Kattz! Uma delícia a cada gole!

 

#EPA #WKattz #GastroBeer #QuintaDaBoaVista #TaBEERnaBeer #TaBEERnaGeek #VemPraTaBEERna

Uma foto publicada por TaBEERna Geek (@tabeernageek) em

Acha que acabou por aí?

Quando saímos da feira, fomos para um show grunge no bar Subúrbio Alternativo em Brás de Pina. Mas, isso é história para outro dia!

Que a força esteja com vocês, caros Padawans!

Paulo Souza

Pai, Marido e Nerd full time. Nerdice raiz é a minha essência.